Tendências para Cloud Computing

7 tendências de tecnologia cloud computing para 2017

O ano de 2017 promete ser bastante interessante para a tecnologia, principalmente no que se refere às tendências de tecnologia Cloud Computing. O potencial criado em 2016 tem aberto um amplo caminho para as inovações e para vertentes já consolidadas.

O fato é que a praticidade e a produtividade da Cloud Computing só têm acrescentado, ano após ano, mais valor de uso ao nosso modo de vida. Trata-se de uma tecnologia que, indiscutivelmente, já faz parte do nosso meio. Seja no trabalho, em casa ou no estudo e lazer, a adoção das ferramentas em nuvem são parte integrante para a nossa flexibilidade e compartilhamento de informações.

A gestão do tempo tornou-se mais veloz e o uso do Cloud Computing. No mundo cada vez mais globalizado, as estratégias de TI são fundamentais para resolver questões centrais que exigem altos níveis de armazenamento e segurança.

Quais são as principais tendências de Cloud Computing que poderemos perceber em crescimento em 2017?

Das tecnologias que já estão em voga e que seguirão o mesmo rumo comportamental, apresentamos 6 principais tendências:

1. Inteligência Artificial

De forma a assimilar as tendências da indústria da inteligência artificial, o arranjo tecnológico dispõe de recursos para a transformação digital indispensável para a cibersegurança. Mas a inteligência artificial irá brilhar principalmente quando associada a Big Data, que é a grande bola da vez em praticamente todas as previsões para 2017. A Cloud Computing (SaaS e IaaS) e os Big Data obterão um grande aumento de demanda. As organizações perceberão estas tecnologias como necessárias para redução de custos e aumento da competitividade.

2. Uso da Nuvem em escala maior

Mais da metade das empresas hoje já possuem alguma forma de armazenamento via nuvem. Por uma questão de poucos anos, as demais se virão obrigadas a integrar-se às novas tecnologias.

De acordo com alguns especialistas, os avanços do Cloud Computing já podem caracterizar uma nova fase tecnológica chamada “Segunda Onda da Nuvem” (estudo global da IDC encomendado pela Cisco).

O conceito de Cloud já é sinônimo de incentivo de inovação e crescimento. O mercado se tornará acelerado e impregnado de novas formas muito mais sofisticadas. Os containers são bons exemplos disso. Muitos programadores já direcionam os códigos de programação especificamente para o uso na nuvem.

3. Aperfeiçoamento e aprendizado

Toda conexão se fará mais presente nos mecanismo da nuvem. Os componentes automáticos da computação cognitiva serão os responsáveis por explorar novos e modernos modelos. Com isso é possível otimizar em grande escala a amplitude das interações tecnológicas. Isso já se reflete na medida em que a diferença entre o real e o digital vão desaparecendo.

4. Novas tecnologias móveis

Na mundialização da informação, e no universo líquido das relações sociais, as tecnologias móveis agora são história presente. O mundo digital e as sociedades são praticamente uma coisa só interligada.

As novas gerações pertencem a uma lógica completamente relacional com o mundo digital de pouco tempo atrás. O ano de 2017 será marcado pelo rompimento gradual do antigo modo de informação. Ou seja, haverá cada vez mais demanda do digital em todos os níveis de serviço.

5. Conhecimento como uma das fortes tendências Cloud Computing

O conhecimento digital vem se tornando muito importante para todos os setores. Cumprir esse papel é determinante para a tomada de decisões em tempo real. Apresentar uma rica análise sobre produtividade garante um processo capaz de gerar avanços reais na relação de entendimento entre usuários e clientes.

Mais conhecimento gera contenção de custos, ou seja, uma forma econômica poderá ser vinculada às análises dos usos das ferramentas de Cloud Computing. A partir do momento em que se projeta a infraestrutura de composição de uma nuvem, todo um sistema de funcionamento é projetado instantaneamente. Essa é uma das vantagens em se trabalhar com o Cloud Computing.

6. Flexibilização e terceirização das nuvens

Os startups indicam que a maioria das representatividades de TI e das empresas começam a empregar infraestrutura com nuvens privadas e terceirizadas, nas chamadas modelos de nuvens híbridas.

Da mesma forma, serviços que garantem acesso global estarão fatiando o mercado em grandes faturamentos. Por exemplo, soluções de HCI para nuvens privadas.

7. Gestão e auditoria de nuvens híbridas

Ainda sobre o tema de nuvens híbridas, em 2017 a gestão e auditoria delas terá ainda mais destaque. Isso é muito importante a fim de verificar se o serviço se mantém útil e apto. Além disso, com os vários serviços interligados, é necessário um monitoramento contínuo para verificar se as nuvens estão funcionando corretamente e em todo o seu potencial.

Esta necessidade resultou no desenvolvimento de um novo serviço: o Cloud Services Brokerage (CSB), também conhecido como Corretor. Ele é muito útil principalmente para empresas que usam muitas soluções em nuvem e também nuvens híbridas. Como ele avalia quais as melhores soluções em nuvem, e acaba resultando em uma auditoria do uso da tecnologia nas organizações.

2017, desafios a seguir

O que nos espera este ano? Estas tendências suprirão nossas expectativas de tornarem verdadeiras oportunidades? Qual setor será melhor beneficiado com estas novas tecnologias? Nada é tão previsível assim. O certo é que podemos esperar para este ano pelo menos um crescimento relacionado com as novas formas de conectividade e volume de acesso.

Recentes pesquisas demonstram que para o ano de 2017 a grande maioria das empresas no Brasil que começam a investir no Cloud Computing obterão uma ampla lucratividade atingindo marcas superiores aos anos recentes.

Isto só vem demonstrar que a participação ativa nas relações do mercado é muito importante.

De qualquer forma, o interesse pela Cloud Computing por parte dos usuários comuns reflete que esta tendência deixa de ser apenas privilégio dos grandes players do mercado internacional tecnológico, tanto em números quanto em qualidade.

Os setores de TI poderão gerenciar de forma mais veloz e mais qualificada do que antes. Isto equivale a pensar que as novas ferramentas de administração e gerenciamento de dados e serviços entrarão numa nova fase, mais moderna e mais competitiva.

Gostou do artigo? Então receba esta e outras ótimas dicas assinando a nossa newsletter!

A N1 IT possui consultoria em TI qualificada para disponibilizar a infraestrutura necessária para a área de tecnologia da informação da sua empresa, no que tange a aquisição de softwares e de hardwares, storage, virtualização de ambientes, suporte técnico e serviços na nuvem

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a Newsletter
Mantenha-se informado com as principais dicas de tecnologia para a sua empresa.