O que é e qual a importância da segurança da informação?

A era digital trouxe muitos benefícios a todos. É inegável que a humanidade deu um grande salto no conhecimento, bem como na maneira de se relacionar e fazer negócios. Mas nem tudo são flores na era digital. Tanta inovação, trouxe também vários riscos para as empresas. Cada vez mais os gestores começam a perceber a importância da segurança da informação para garantir o futuro do seu empreendimento.

Muitas organizações, porém, não dão a devida importância para esta necessidade. Elas acabam adotando medidas praticamente ineficazes e em alguns casos, até mesmo não adotam nenhuma ação de segurança. É muito importante que o gestor pense a respeito deste assunto, pois uma falha na seguridade pode dar um grande prejuízo e até mesmo comprometer o futuro da empresa.

Se você ainda não entende qual a importância da segurança da informação, ou mesmo não faz ideia do que é isso, você precisa ler este artigo. Sua empresa está correndo um grande risco.

O que é e qual a importância da segurança de informação?

A segurança de informação consiste em uma série requisitos de boas práticas e softwares que uma empresa deve adotar para garantir a seguridade e a integridade de seus dados. A adoção de antivírus que trazem soluções completas de segurança da informação como o Kaspersky são exemplos de práticas básicas em prol da segurança digital da empresa.

O artigo Cripto Ransomware traz um excelente exemplo de um dos muitos perigos e problemas que podem haver em empresas que não cuidam da sua segurança digital. Ele também mostra o grande impacto de empresas que já sofreram este ataque. Esta e outras ameaças digitais podem causar danos irreparáveis para a companhia.

Um outro ponto que deve ser levado em consideração pelo gestor é que, para garantir a integridade e a segurança digital de sua empresa, é preciso ter muitas ações que vão além da escolha de um antivírus completo. Um bom exemplo é optar pelo uso de soluções Cloud Computing e softwares licenciados.

Além disso, a implantação de algumas pequenas ações já diminuem os riscos. Por exemplo, a SISTRAN, ao implementar o Exchange Online, obteve grandes melhorias na redução/detecção de spams e malwares.

A perda de dados representa um enorme prejuízo para toda a empresa. E isso vai além da inutilização de equipamentos. A companhia pode sofrer, por exemplo, com o vazamento de dados sensíveis (informações confidenciais, senhas de banco, transações financeiras etc.). A espionagem industrial é também uma grande ameaça digital. Sua empresa pode perder anos de investimento no desenvolvimento de uma tecnologia/produto, por exemplo.

Quais são as práticas para que a empresa tenha um mínimo de segurança?

São muitas as ações necessárias para que a sua empresa esteja minimamente resguardada de ameaças digitais. Confira a lista de itens básicos de segurança digital que preparamos. Se a sua organização não tem algum destes tópicos, é melhor providenciá-lo o mais rápido possível.

Mantenha seus softwares atualizados. As atualizações não apenas trazem melhorias como também corrigem falhas de segurança. Muitos dos “grandes assaltos digitais” advêm de brechas nas aplicações que usamos no dia a dia do trabalho. Por isso empresas como Adobe, Microsoft entre outras costumam mandar muitas atualizações. Os hackers são inventivos e rápidos, portanto as empresas devem estar na corrida para garantir a segurança de seus usuários.

Limite o acesso dos usuários. O fator humano é sempre um grande risco. Há inclusive práticas chamadas “engenharia social” que visam justamente manipular as pessoas de uma empresa para que ela entregue dados confidenciais com o objetivo de quebrar a segurança digital da empresa. Por esse motivo é que deve-se ceder apenas o acesso necessário aos colaboradores. Não apenas preserva a segurança da empresa como também a integridade deles.

• E falando em humanos… Tenha uma política de segurança! Você precisa lembrar que muitos colaboradores da sua empresa podem não entender nada de TI. E muito menos de ameaças! Tenha uma política clara e de fácil entendimento com as práticas recomendadas, permitidas e proibidas. Não adianta nada você usar tecnologias de ponta para resguardar a sua companhia se as pessoas dão a senha da Intranet para o sobrinho, por exemplo.

Procure sempre fazer backup e manter os seus dados armazenados em soluções robustas. E existem muitas soluções ótimas no mercado como, por exemplo, tecnologia Microsoft Azure. Além de tratar do armazenamento de dados de forma muito eficiente, ela apresenta maior segurança por possuir código fechado.

Estabelecimento de uma política de senhas que seja rígida. Tenha como exigência o estabelecimento de senhas fortes para todas as suas operações, principalmente para o acesso de banco de dados.

Utilize um antivírus completo. A maior diferença entre uma solução completa (paga) e as gratuitas é que a primeira oferece muito mais recursos – prevenção de infecção (sistema de antiphishing, verificação de downloads) entre outros.

Use a tecnologia de criptografia. Toda a sua informação transmitida, principalmente externamente, deve usar criptografia. E ela deve ser usada não apenas para informações sigilosas. Utilize-as até para as operações do dia a dia dos colaboradores da empresa como trocas de e-mails comuns e conversas em chats online (Skype, Messenger entre outros).

Estas são apenas algumas das muitas práticas essenciais para a sua empresa. Mas tenha em mente que esse é apenas um começo. O ideal seria um bom estudo da sua empresa para verificar todas as necessidades e brechas possíveis, a fim de blindá-la de qualquer ameaça.

Por que adotar a Cloud Computing melhora a segurança da minha empresa?

A Cloud Computing não é mais o futuro, ela é o agora. A adoção desta tecnologia possibilita um grande salto de eficiência para a empresa, melhorando todos os setores, inclusive o da segurança. Confira os principais benefícios da Cloud Computing para este quesito.

  • Estabilidade maior na conservação de dados: ao usar uma solução de Cloud Computing para backup a empresa evita perda de dados importantes e a quebra da segurança da informação. Sistemas de backups offline apresentam uma possibilidade maior de vazamento de dados.
  • Integração facilitada: por exemplo, a tecnologia que a Microsoft oferece é facilmente integrável com o Kaspersky. Este antivírus foi desenvolvido para atender a sistemas de computação em nuvem como o Microsfot Azure.
  • Código seguro: a plataforma Microsoft Azure oferece um código seguro. Ela foi desenvolvida por um grupo restrito de pessoas. Os sistemas da Microsoft são feitos dentro de uma arquitetura fechada na qual poucas pessoas têm acesso a este código. Isto garante maior segurança para o sistema.

Está clara a importância da segurança da informação: ela é vital para que a empresa possa ter continuidade e prosperidade. Os prejuízos podem ser pequenos (perda de equipamento e diminuição da produtividade) como enormes (vazamento de informações vitais, senhas de operações financeiras etc.). Tenha em mente que para garantir uma boa infraestrutura em TI em sua companhia é preciso garantir a segurança dela.

Se você gostou deste artigo talvez possa se interessar por este: Cripto-Ransomware.

A N1 IT possui consultoria em TI qualificada para disponibilizar a infraestrutura necessária para a área de tecnologia da informação da sua empresa, no que tange a aquisição de softwares e de hardwares, storage, virtualização de ambientes, suporte técnico e serviços na nuvem

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a Newsletter
Mantenha-se informado com as principais dicas de tecnologia para a sua empresa.